Vem (se tocar) Comigo?

Outubro é um mês especial por varias razões, e este Outubro começou de forma especial pra mim; um começo diferente cheio de esperança. Deve ser por conta do efeito da primavera né?

Mas vamos falar de algo serio? Pode ser?

Recebi o convite (do OutubroRosaMoz no grupo Moz Bloggers) para falar sobre o Outubro Rosa, então escrevi isso ai em baixo.

Para mim Outubro Rosa é muito mais do que um periodo para conscientização activa sobre o cancer de mama, e angariação de fundos para ajudar nos tratamentos e na luta contra a doença. Para mim, este mês e toda essa mobilização sobre o tema, é sim é um convite para nós mulheres nos amarmos cada vez mais. Um convite a criar intimidade comigo mesma. Neste caso através do toque. Um toque com delicadeza, amor e carinho. Aquele toque capaz de perceber mudanças desconfortáveis e procurar ajuda; por mais pequena que seja a mudança.

É tambem um convite para os homens, aqueles que tem a oportunidade e o previlegio de tocar uma mulher; para que nos toquem com um toque mais além. Um toque de carinho e delicadeza,  que tem a capacidade de perceber algo diferente, algo que não estava ali, algo que deve ser estudado com mais profundidade. Aquele toque que diz: “amor, tem alguma coisa aqui”, “ja marcaste a consulta?”, “vamos juntos?”.

Infelizmente, ter cancer de mama pode acontecer com qualquer uma (ou um -sim porque homem também pode ter) de nos. Até as que se cuidam melhor, fazem ginastica, só comem legumes; não estão totalmente imunes. O que faz da detenção precoce do cancer de mama, por via do auto exame, a nossa maior arma nesta luta.

Mas o medo da descoberta, e o estigma que vem com a descoberta, paraliza muitas de nos. Pensei em mim mesma; vaidosa do jeito que sou, ja sei; minha primeira reação seria: “vao cortar meus seios; vou perder meu cabelo, vou perder minha femeninidade, quem mais vai olhar pra mim?, como meu parceiro vai me olhar?, minha vida vai parar!” Logo… preferi nem saber.

Mas o que é essa ignorância diante do presente da vida? Diante do presente que seria incentivar outras mulheres a se amarem e tocarem mais frequentemente?

O auto exame é uma das maiores formas de amor próprio, e auto dominio. Para mim, é um acto de bravura; de ser dona de si, de sintonia entre o meu ser fisico e espirito; e de respeito e responsabilidade pela vida que Deus me deu.

Hoje (e pelomenos um vez por mês todos os meses) te convido a se tocar; e a ajudar alguem que não consegue se tocar a se tocar, e se fores homem a tocar mais além e a apoiar e incentivar o auto-exame.

Me digam o que significa o Outubro Rosa para vocês nos comentários abaixo. Involvam-se nas causas de bem dessa luta, informem-se sobre como fazer o autoexame e métodos de prevenção. Em Moçambique podem saber mais sobre o movimento aqui.

Bjo grande!

Sobre as fotos: todas a fotos foram feitas pelo Leonard no meu aniversário em Janeiro deste ano. Ja havia prometido postar aqui mas eis que o dia nunca chegou. Procurando fotos para acompanhar esta materia, vi estas! Que oportuno não acham: estou de Rosa e um pouco de “side boob” em algumas das fotos. Kkkkk. Ja viu como tudo na vida tem sua hora e tempo! As fotos estão bem cruas, porque a lente de Leonard nao tem respeito, kkkkk mas adoro estas fotos, e fico feliz de as compartilhar neste post e com esta materia especial para mim.

********

October is a quite a special month for me for several reasons, and this October started differently for me; quite like a new beginning full of hope and aspirations. Maybe it’s the effect of spring, right?

But let’s talk about something serious? Shall we?

I received the invitation from the OutobroRosaMoz – a breast cancer awareness group in Mozambique; to talk about the Breast Cancer Awareness; so, I wrote a few lines I wanted to share with you here in the blog.

For me Breast Cancer Awareness Month -or Pink Ribbon month is much more than just a period for active talks about breast cancer and fundraising to help with treatments and the fight against the disease. For me, this month and all this mobilization on the theme is more of an invitation for us women to love ourselves more and more. An invitation to create intimacy with myself – in this case by the act of a touch (in my breasts but also my body as a whole). A touch of delicacy, love and affection for my own body and self. A touch that is capable of noticing uncomfortable changes and leads me to seek help; no matter how small the change.

It is also an invitation for men, those who have the opportunity and the privilege of touching a woman; to touch in a different way, a touch that goes beyond a mare touch. A touch of affection which has the ability to notice something different, something that was not there, something that should be looked at in more depth. That touch that says, “Love, is there something here?” “You need to see a doctor?” “I’ll come with you?”

Unfortunately, having breast cancer can happen to either one of us (men included). Even the healthier ones of us are not immune. This makes early detection of breast cancer, through self-examination, our greatest weapon in this fight.

But the fear of the discovery, and the stigma that comes with discovery of this disease, paralyzes many of us. I thought of myself; vain as I am, I already know; my first reaction would be: “I will lose my breasts; I’m going to lose my hair, I’m going to lose my femininity, who else is going to look at me? How will my partner look at me? My life will stop!” All of these negative thoughts suddenly block me from touching myself in the fear that I may find something there and have to deal with it.

But what is this ignorance before the gift of life, before the gift of fighting for my life and in the process inspire and encourage other women to love and touch themselves in a different way and more frequently?

Self-examination is one of the greatest forms of self-love. To me, it is an act of bravery and self mastery, a sign of harmony between my physical and spiritual being; and of respect and responsibility for the life that God has given me.

Today (and at least once a month every month) I invite you; to touch yourself; and to help someone who cannot touch herself; and if you are a man to touch in a different way and to support and encourage self-examination. I encourage you to get involved in the various initiatives in the fight against breast cancer, and most importantly to teach yourself and your loved ones how to do the self-examination and learn about prevention methods.  The power is in your hands, but together we are stronger.

About the photos: All the photos were taken by Leonard on my birthday in January of this year. I had promised to post these photographs here but never did. Looking for photos for this post, I came across these ones! I couldn’t have found a better match: I am wearing a pink dress and have a bit of “side boob” in some of the photos. Hahahha. Makes me think of how everything in life has its time and purpose! I love these photos, and I’m happy to share them in this special post. 

Bisou Bisou my loves!

Share:

13 Comments

  1. Shana Mavee
    October 2, 2018 / 8:17 am

    Profundo, amei

  2. Winnie Wilson
    October 2, 2018 / 10:01 am

    Amei, amei.

  3. Anastacia Wilson
    October 2, 2018 / 2:23 pm

    Obrigada por trazer a debate um tema actual e sempre relevante. Vamos todos aproveitar o momento para reflectir naquilo que tem sido nossas atitudes em relacao ao cancro da mama e passarmos p accao, fazer (mulher) ou ajudar (homem) a fazer os exames…quanto mais cedo souber, mais sao as chances de vencer…vamos todos a luta!

  4. Paulino Massango
    October 2, 2018 / 3:10 pm
  5. Paulino Massango
    October 2, 2018 / 3:10 pm
  6. Aulina Leandra
    October 3, 2018 / 7:13 am

    Gostei tudo amor, muito sabia! Vou ja perder o medo e me tocar pois a parte que mais amo em mim sao as mamas por isso vou ja ao toque Bjo bjo baby

  7. Monique Cláudia
    October 3, 2018 / 10:38 am

    Auwwn que lindo e bem escrito texto (como sempre). Bem pra mim o Outubro Rosa para além de ser o mês da conscientização sobre a doença é também uma época de descoberta e de solidariedade onde temos oportunidade de crescer como pessoas e ajudar aos que precisam! É época de ajudar, aprender muito e espalhar amor.
    Beijooo

  8. October 3, 2018 / 11:14 am

    Acreditar em nós mesmos é a maior prova de amor que podemos oferecer ao mundo. Ameiiii, muito linda.

  9. Gerson Ramos
    October 7, 2018 / 10:13 am

    Muito importante. Todo apoio e reconhecimento. Abc

  10. October 9, 2018 / 6:03 am

    Ficou a dica Nasha, para os homens vamos cuidar cada vez mais as nossas parceiras so assim venceremos o preconceito e o estigma abrs

  11. October 10, 2018 / 10:11 am

    obrigado o texto é muito educativo e encorajador para todos.

  12. October 11, 2018 / 3:09 am

    Boas ideas devem ser aproveitadas depois de serem partilhadas. Antes porém Venho parabenizar a iniciativa e a força de trazer debates ou temas que exigem o leitor a pensar antes de contribuir com a sua opinião seja lá qual for.
    Este texto a princípio traz uma idea de que precisamos do colo e calor de quem nos ama ou de alguém para ajudar na aquilo que carecemos, pois devemos ter amor e auto-estima para conquistar e convencer outro corpo a tocar-se. Primeiro temos que aprender valorizar o que temos em posse, e posteriormente valorizar o que esta para vir independentemente do que se espera, sendo assim eu aceito o desafio de tocar-me e tocar mais alem. Eu aceito!

    André Dj ENVANGELO
    Mr. WORK FOR QUALITY NOT FOR QUANTITY

  13. César da cunha
    October 12, 2018 / 6:10 am

    Oh que lindo! mereces uma salva de palmas pelo lindo artigo e pela chamada de atenção sobre o câncer da mama!!! Muitas mulheres tem muito medo de fazer o auto exame!! E quando temos alguém a vir incentivar e nos chamar a atenção sobre a importância de nos cuidarmos, só temos de agradecer!!! Nikita, estás de parabéns espero que continue assim e que venha com mais temas importantes!!! Obrigado pelo artigo.bjs

Leave a Reply to Winnie Wilson Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *